Qual O melhor Vasodilatador do Mercado?

Dilatex? Arginina? Álcool?…erroooouuuuu! A resposta é SUCO DE BETERRABA!

Os Nitratos inorgânicos estão presentes em vários alimentos e são abundantes em vegetais de folhas verdes e principalmente na beterraba. Após a ingestão, o nitrato é convertido no organismo a nitrito e armazenado e distribuído no sangue. Em condições de baixa disponibilidade de oxigênio, o nitrito pode ser convertido em óxido nítrico, que é conhecida por desempenhar um certo número de funções importantes no controle metabólico e e aumento da dilatação vascular, o que eleva o fluxo sanguíneo e entrega de nutrientes até a musculatura ativa. 

O que pode levar a redução do custo de oxigênio de exercícios aeróbicos, melhorando a tolerância ao exercício, desempenho da modalidade e consequentemente a performance.

Tanto aguda (2,5 h pré-exercício) quanto crônica (6 d) a ingestão de 500ml de suco de beterraba ou concentrações de até 8 mmol de nitrato, via alimentar mostram-se capazes de aumentar significativamente a complacência vascular e debito cardíaco (quantidade de sangue circulante/ min), de modo a proporcionar melhora do desempenho atlético, principalmente de esportes de endurance. Entretanto, é importante ressalvar, que a capacidade de utilização de oxigênio (por ex: n° de mitocôndrias celulares) é um cofator essencial para a modulação desses efeitos fisiológicos. 

Embora possa ser um bom recurso ergogênico nutricional para a otimização de seu treino (sempre avaliado pelo  educador físico ou personal trainer), nunca esqueça de perguntar a seu nutricionista se essa estratégia dietética pode ser incorporada a dieta prescrita por ele.

Hipertrofia de A a Z

Quero lhe fazer um convite! Dos dias 10 a 17 de julho, a equipe Citius organizará um workshop 100% online e 100% gratuito, Hipertrofia de A a Z! Vamos discutir diversos fatores relevantes sobre hipertrofia e a prescrição de exercícios voltados para o ganho de massa muscular! Clique na imagem abaixo e se inscreva!

 Referência:

Jones, A. M. Dietary nitrate supplementation and exercise performance. Sports Med 44 Suppl 1:S35-45; 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *