Por Que O Exercício Físico É O Melhor Remédio para o Envelhecimento?

O processo de envelhecimento naturalmente leva a entropia do organismo, ou seja, leva a um “desgaste natural” do corpo. Envelhecer pode levar a uma redução da força e qualidade muscular, redução das unidades motoras, denervação e redução da propagação dos potenciais de ação à junção neuromuscular e do número de células satélites que levam a hipertrofia, além da menor atividade dos hormônios sexuais e tiroidianos, expressão da síntese de proteínas citoprotetoras, capacidade antioxidativa e perfusão sanguínea. Esse ambiente gradualmente, entre outros efeitos, predispõe o indivíduo ao aumento da inflamação crônica de baixo grau, estresse oxidativo e disfunção mitocondrial. Do ponto de vista estrutural envelhecer leva a uma redução da área de secção transversa muscular, número e tamanho de fibras, especialmente as de contração rápida do tipo II.

Essas alterações na estrutura e função do sistema osteomioarticular, está diretamente relacionada ao quadro de sarcopenia (perda de massa muscular) e ao estado de fragilidade, que juntos levam ao declínio da capacidade funcional, incapacidade física e consequentemente aumentam as chances de mortalidade.

Qual o melhor remédio para redução do envelhecimento?

PRATICAR EXERCÍCIOS FÍSICOS! Sempre orientado e supervisionado pelo personal ou educador físico.

A saúde do sistema músculo esquelético está diretamente associada a prática regular de exercícios físicos. Sem entrar no mérito da especificidade da modalidade, o exercício físico aumenta a capacidade de regeneração das células satélites, estimula a inibição da miostatina (proteína que inibe a hipertrofia) concomitantemente, desencadeia a liberação de miocinas antinflamatórias (interleucina 6, adiponectina) que associadas a liberação de GH e PGC1-alpha, aumentam a expressão para a síntese de IGF-1, principal desencadeador da atividade da PI3k e AKT que diretamente estimulam a mTOR a propagar os sinais para a síntese de proteínas musculares e consequentemente hipertrofia muscular.

Leia também:

O Exercício Físico Pode Melhorar a sua Capacidade Cognitiva?

Praticar Corrida É o Segredo para a Longevidade

Paralelamente, o exercício inibe a produção de espécies reativas ao oxigênio, reduzindo a produção de radicais livres e estresse oxidativo, inibindo o sistema inflamatório nF-kB, a emitir sinais celulares nucleares pró-inflamatórios, o que sistemicamente, reduz a atividade catabólica do sistema ubiquitina-proteassoma, responsável por ativar respostas de degradação, autofagia e apoptose muscular, que levam a perda crônica de massa muscular, reduzindo a capacidade física do sujeito, instaurando um estado de perda de funcionalidade, autonomia e qualidade de vida, aumentando a fragilidade e as chances de comorbimortalidade. É ou não é o melhor remédio para o envelhecimento saudável?

Referência:

Jeoung, B.J., Lee, Y.C., 2015. A study of relationship between frailty and physical performance in elderly women. J. Exerc. Rehabil. 11 (4), 215–219.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *