Obesidade: Uma Nova Perspectiva

Atualmente, aproximadamente 500 milhões de pessoas são obesas no mundo. Daqui a 15 anos, estima-se que essa incidência alcance 1,4 bilhões de pessoas. Nós já perdemos a guerra a obesidade.

Contudo sabe-se que o desenvolvimento da obesidade está atrelada a inúmeras causas, que vão desde o balanço energético positivo diário: consumo calórico advindo da alimentação ultrapassa a energia gasta pelo corpo para suprir as funções vitais+ gasto energético oriundo da atividade física! Até mesmo ao consumo de alimentos de alto teor energético pelas mães durante a gravidez (refrigerantes, açúcar, gordura hidrogenada) que induz adaptações epigenéticas programando o filho para se tornar um jovem ou adulto obeso.

Diante desse panorama, a prática regular de exercícios físicos, desde que prescrita por um profissional especialista, é capaz de melhorar o funcionamento metabólico do corpo e atenuar os efeitos deletérios da doença. Entretanto, é importante frisar que o programa de exercícios físicos deve ser constantemente alterado (carga, volume, intensidade, descanso, periodização semanal, mensal e anual) para que os ganhos sejam mantidos e progressivamente aumentados.

Antes de continuar o post, gostaria de fazer um convite. A Citius montou um programa completo de emagrecimento. Feito para você que quer emagrecer de forma simples, eficiente e para sempre. Clique na imagem abaixo e confira:

Continuando, embora diretrizes e consensos apontem que exercícios físicos de moderada intensidade (ex: caminhada), só são eficientes para redução da gordura corporal se realizados por mais de 250 minutos/semana, um bom profissional de educação física é capaz de planejar estratégias de treinamento físico que por menor que seja o tempo de duração da atividade, serão capazes de mobilizar uma maior utilização dos substratos energéticos (glicose e gordura) e consequentemente aumentar o gasto energético diário do indivíduo, sem prejudicar funções articulares e musculares, e permitindo um rotina saudável de aderência a prática, preservação da integridade funcional do corpo e aumentando a qualidade de vida do praticante. portanto, não perca tempo!

Encontre um professor de confiança e potencialize sua saúde!


Referência:


P. D. Gluckman et al. Losing the war against obesity: The need for a developmental perspective. Sci. Transl. Med. 2011,3;19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *