Consumir Açúcar Diminui O Estresse?

O aumento do consumo de açúcar refinado, e alimentos do gênero, é um dos principais (senão o maior) agente de risco relacionado ao desenvolvimento da obesidade. Paralelamente a isso, o estilo de vida estressante ao qual vivemos no mundo moderno, também é apontado como fator de risco ambiental obesogênico. principalmente por desencadear níveis aumentados diários de cortisol (glicocorticóide). Estudos sugerem que o consumo de açúcar é capaz de ativar uma via metabólica de feedback negativo no cérebro que “desliga” as respostas centrais dos efeitos estressantes. Seria comer para esquecer dos problemas ?

Pensando nisso pesquisadores da Universidade da Califórnia, analisaram o cortisol salivar e as imagens das respostas dos sinais cerebrais de 19 mulheres adultas. Estas submetidas ao consumo de bebidas açucaradas (aspartame ou sucrose), ingeridas 3x por dia durante 2 semanas. As mulheres que consumiram as bebidas com sucrose, de fato apresentaram níveis significativamente menores de stress induzido pela quantidade de cortisol. Em outras palavras, ficaram mais “ tranquilinhas” durante os dias de consumo. Diante disso, os resultados, segundo o estudo, suportam que a via metabólica de feedback negativo no cérebro relacionada aos sinais de stress enviados pelo corpo é afetada pelo açúcar.

Portanto, pessoas mais susceptíveis as cargas de estresse e níveis mais altos de cortisol, podem estar mais vulneráveis ao vício do consumo de açúcar ou alimentos do gênero. Entre outros motivos, como tentativa de neutralização dos efeitos do stress. Entretanto, salienta-se que diante dessas circunstâncias podem estar mais propensas ao desenvolvimento da obesidade. E consequentemente doenças cardiometabólicas.

Antes de continuar o post, gostaria de fazer um convite. A Citius montou um programa completo de emagrecimento. Feito para você que quer emagrecer de forma simples, eficiente e para sempre. Clique na imagem abaixo e confira:

Sobre estresse, primeiramente, entenda que não é todo estresse que é maléfico. O estresse gerado pelo exercício físico é uma das condições prioritárias para desencadear os benefícios da modalidade. O professor de educação física vai identificar o melhor treino para você. Outra coisa, é que sua alimentação pode englobar o consumo de açúcar. Contudo existem pessoas que não conseguem viver sem ele. O nutricionista vai avaliar as especificidades de sua dieta e relacioná-la com sua individualidade biológica. Não perca tempo e vá de encontro a eles! 

Referência:

Tryon MS et al. Excessive Sugar Consumption May Be a Difficult Habit to Break: A View From the Brain and Body. J Clin Endocrinol Metab 100: 2239–2247, 2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *