Não Conte Calorias

Embora o efeito termogênico dos alimentos represente cerca de 10-15% do gasto energético diário. Antes de mais nada, você sabe o que é o efeito térmico dos alimentos? É o quanto de energia o organismo gasta para processar e metabolizar os alimentos ingeridos. E esse não é, e não pode ser, o aspecto central do ganho de peso.

Tendo o foco voltado para esse argumento, de que maneira nosso corpo conseguiria gerar essa energia? Caso outros sistemas não disponibilizassem um ambiente propício para que isso ocorresse?

E é exatamente a partir desse princípio, que qualquer intervenção voltada para o emagrecimento deve focar na melhoria do gradiente metabólico. E não no gasto energético, aqui adiciona-se também o aspecto energético do exercício físico (que fique bem claro que não estamos relacionando as adaptações).

Antes de continuar o post, gostaria de fazer um convite. A Citius montou um programa completo de emagrecimento. Feito para você que quer emagrecer de forma simples, eficiente e para sempre. Clique na imagem abaixo e confira:

Voltando ao assunto, o racional é simples, como o metabolismo funcionaria adequadamente ao ponto de ser capaz de gerenciar o calor das reações provocadas pela interação bioquímica de utilização da gordura e glicose? Se as rotas como inflamação, disfunção hormonal, rebaixamento imune, ineficiência enzimática e proteica  que levam a esse desfecho estão prejudicadas?

Pautado nisso, foque em como estratégias alimentares, psicológicas e de exercícios físicos, vão melhorar os sistemas metabólicos como um todo. E não pense apneas no desfecho peso corporal ou calorias gastas. Principalmente nos alimentos ingeridos ou da quantidade de exercício físico realizada.

O que é mais fácil? Andar vagarosamente transpondo obstáculos em uma via cheia de lixo, detritos ou objetos que bloqueiam a passagem, ou dedicar um tempo para limpá-los e depois de um tempo ter caminho livre para passear com seu carro?

Esse caminho livre é obtido pelas positivas adaptações de estratégias dietéticas que não pensam em calorias mas sim no conteúdo dos alimentos e sua repercussão a nível hormonal e inflamatório, o mesmo serve para o exercício físico. De modo contínuo e ininterrupto a aderência a essas boas práticas melhoraram os caminhos metabólicos de seu corpo, que de modo exponencial fará você perder peso e gordura corporal, independente de contar calorias.

Referência:

Dhurandhar NV et al. Energy balance measurement: when something is not better than nothing. International Journal of Obesity (2015) 39, 1109–1113.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *