Festas Natalinas Engordam?

Muitos acreditam que as comidas típicas de natal, são engordativas. Não isso não é verdade. Não existe alimento que engorda. O ganho/perda de peso é resultado de uma série de fatores (hormônios, inflamação, radicais livres, imunidade, etc). O que eu preciso saber então?

1ª questão:

Não se atente as calorias dos alimentos e sim aos nutrientes. Os nutrientes do alimento são o principal aspecto para ganho de peso, muito relacionado também ao quanto ele dispara de hormônios no nosso corpo. O açúcar, dispara a liberação exacerbada de insulina, e deixa o corpo susceptível ao aumento do tecido adiposo.

Antes de continuar o post, gostaria de fazer um convite. A Citius montou um programa completo de emagrecimento. Feito para você que quer emagrecer de forma simples, eficiente e para sempre. Clique na imagem abaixo e confira:

Voltando ao assunto…

2ª questão:

Nosso metabolismo é programado: O que isso quer dizer? Nossos hábitos ao longo do ano (1° jan a 24 de dezembro) modulam o quão eficiente ou reduzido será o processamento, absorção e utilização dos alimentos consumidos e os substratos energéticos (gordura e glicose) de nossas reservas de energia corporal (tecido adiposo e glicose presente nos músculos).

3ª questão:

Mesmo em curtos períodos não será um dia que irá lhe engordar, será o conjunto da obra. Mas mesmo que seu emocional fique vulnerável com a preocupação em engordar, uma dica simples é realizar low carb ou refeições cetogênicas (refeições com mais gorduras boas, proteína e menos carboidrato) nos dias que antecedem o natal. Isso é até bom! Comer menos carboidratos, estimula nosso corpo a queimar mais gordura, mesmo ingerindo alimentos que contenham gorduras naturais e não industriais. No entanto, chega um momento que o próprio sistema de energia que queima gordura precisa de combustível diferente para aumentar ainda mais essa queima. Assim, desde que você alinhe essa estratégia com seu nutricionista, você prepara seu corpo para que no dia da festança e o consumo de muita comida gostosa, gere mais energia para os sistemas que queimam gordura e dessa forma comer mais leva a queimar mais gordura. Interessante não?

Referência:

Cermak NM, Van Loon LJ. The use of carbohydrates during exercise as an ergogenic aid. Sports Med. 2013;43:1139-55.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *